Essa questão das escolas públicas ou privadas

Tenho uma filha em idade escolar. Vive na Bruxelas. Vim cá para o seu aniversário. Ontem ao jantar falou-se do sistema educativo na Bélgica. É algo diferente do português, mais flexível, e não no mero sentido de financiar escolas privadas (para quem tiver curiosidade e/ou quiser opinar fervorosamente está sumariamente explicado nesta página em francês). O seu formato corresponderá aos efeitos do processo histórico belga, ao resultado de conflitos e acordos aqui acontecidos sobre a matéria, às perspectivas locais sobre a obrigatoriedade societal em promover o ensino universal.

A Bélgica é um país aliado, partilhamos o modelo civilizacional e não é um patente caso de insucesso educacional. Não quero com isto dizer que devemos ou deveríamos adoptar este sistema. Em última análise porque sou defensor da escola pública, com todos os problemas e ineficiências que possa ter, pois quero acreditar que é menos tendente à pura reprodução da estratificação social.

Mas o que me interessa é olhar para este próximo tão perto e ver que há outras opções para realizar objectivos similares com resultados mais ou menos aparentados. São isso, opções. E custa ver os termos da actual opinião pública em Portugal sobre o ensino – porque não é apenas sobre as dezenas de financiamentos a caducarem. As invectivas generalizadas, as simplificações, a ilegitimação pura e simples não só de outros formatos como dos seus proponentes, quase a sua demonização. Há uma enorme vontade portuguesa em simplificar, a invectiva como modo de acção. Serviu e serve para nos conduzir até aqui mesmo. Urge suster os perdigotos.

E urge também, já agora, recordar aos sacerdotes que o papel deles não é apelar a manifestações políticas ou corporativas. Seja o general capelão das forças armadas, o ex-bispo de Setúbal, que há alguns anos deveria ter sido preso por apelo à insurreição, sejam agora os padres seniores a apelar à manifestação contra o governo. Também por isso não deveríamos ter um presidente a beijar o anel do papa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s