O dia de Portugal

bandeiras.0

Esta coisa de ser Português não é fácil, como bem se sabe. Celebrar o 10 de Junho é, muitas vezes, imbecilmente conotado com fascismos, ditadura, reaccionarismo,  misturando a Política do momento, mais baixa que alta, com o pobre país quando é esse e só que deve ser celebrado. Pois hoje o Presidente Marcelo deixou de lado os zurros que se sabe, ou pelo menos se espera, não chegarem ao céu, e resolveu e bem, honrar aqueles “…que por obras valorosas se vão da lei da morte libertando”. Alguma pompa adequada à circunstância de novo no velho Terreiro do Paço, com a briosa “Sagres” fundeada em frente do Cais das Colunas e aviões a jacto cuja velocidade de sobrevôo foi motivo de interesse e singular destaque para a RTP, e merecida mesmo que tardia, salva de 21 tiros pelos que combateram e tombaram pela Pátria, num cerimonial que talvez por vergonha da História ou por  outra limitação qualquer, dali tem andado arredio nos últimos 42 anos.  Marcelo fez o que deve ser feito sem merdas e sem tiques, e, distinguindo alguns sobrevivos honrou todos os mortos  da Guerra Colonial, lembrando sem o dizer que os Portugueses que contra os canhões e canhangulos marcharam e tombaram, continuam a precisar de apoio e reconhecimento, e foi bom ver o Comendador José Arruda – da Associação dos Deficientes das Forças Armadas – entre um abraço, agradecer as palavras do Presidente.

20101018-Rio-23

Marcelo não se ficou pelas honras militares – condecorou 6 militares, 3 que fizeram a GC e 3 ainda no activo – e gabou. se calhar hiperbolicamente, as capacidades e valor do Povo, esse que ainda somos nós e que é o dele, e, antes de apanhar o avião para ir a Paris repartir as comemorações com os emigrantes – não esquecer que o 10 de Junho é dia de Portugal mas também do pobre e zarolho Camões e das Comunidades – desferiu um  vigoroso pontapé no cú a muito “boa” gente, que, se tivesse um pingo de vergonha, enfiava uma opaca carapuça disfarçando muito facilmente o rubor facial pelo achincalho público. Mas só os que souberem o que é vergonha, note-se. Já agora e pode não passar de uma impressão mas pareceu-me que estavam alguns dos agraciados com a biqueirada presidencial ali pelo palanque VIP. Disse (-lhes) assim o PR:

“Foi o povo, a arraia miuda, quem nos momentos de crise, soube compreender os sacrifícios e privações em favor de um futuro mais digno e mais justo. O povo, sempre o povo, a lutar por Portugal. Mesmo quando algumas elites – ou melhor, as que como tal se julgavam – nos falharam, em troca de prebendas vantajosas, de títulos pomposos, meros ouropéis luzidios, de autocontemplações deslumbradas ou simplesmente tiveram medo de ver a realidade e de decidir com visão e sem preconceitos”

 

Num registo mais mundano das comemorações oficiais do 10 de Junho, notou-se mais uma vez esta nova e miserável moda de ministros, secretários de Estado e outros “altos dignitários, se oscularem a cada chegada de uns e de outros como se fossem almoçar “lá a casa”. A este nefando hábito, alguns dos atavios com que se apresentam, nomeadamente as senhoras, deveriam ser revistos porque o Estado, embora não muito melhor, não é  um pronto-a-vestir  da Rua dos Fanqueiros. Ainda hoje a ministra da Modernização Administrativa, ou não se tratasse de uma moderna, se apresentou, mais uma vez, com um vestidinho mais apropriado para o baptizado da sobrinha que para honrar, comemorando, a ditosa Pátria sua amada. É um tu-cá-tu-lá com os cargos públicos a que nem a Exma Senhora D. Lili Caneças se atreveria. É tudo casaquinho pelas costas.

19.JPG

Em qualquer caso, como lembrou Marcelo,”somos Portugueses, como sempre triunfaremos”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s