O nosso dinheiro e a cidadania

ban

(A bandeira não quer dizer que vá discorrer sobre futebol). Não sou jurista nem praticante de filosofia e talvez por isso tenha duas dúvidas de fácil resolução para os mais sábios nesses âmbitos: 1) não tenho 50 mil euros no banco. Tenho familiares e amigos que os possuem. À face da república isso torna-nos diferentes? Como é que o fisco mergulha nuns e esquece outros? Onde está a nossa igualdade republicana? Se é assim eu exijo ser vasculhado, não é isto um princípio básico? 2) o secretário de estado dos assuntos fiscais (neo-vasculhador da parte “ilustrada” da sociedade) foi considerado pelo Tribunal de Contas como adversário dos interesses do República. Como pode ser ele (neo)vasculhador dos cidadãos?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s