(N)O banquete

banquete

Vai por aí uma polémica por causa da senhora da elite socialista (pelo desenho da mesa deverá ser a mulher do PM, mas não afianço) que pousou o casaco nas costas da cadeira no banquete com o chefe de Estado vizinho. Deixemo-nos de coisas, o protocolo é importante para simbolizar as classificações e as categorizações, para explicitar quadros comunicacionais implícitos. Não cerceia as pequenas amplitudes dos usos pessoais. Essas apenas se prendem com a “elegância”, nada mais do que o gosto dominante. Quantas vezes apenas o gosto dominante pretérito. Sempre o gosto dominante dos que se querem dominantes. A querer-se ético quando não o é.

Ou seja, até creio que a senhora esteja incomodada com o que lhe dirão ser “gaffe”. Que não esteja. É apenas o fluir das práticas. Não só normal mas acima de tudo democrático. E quando hoje vejo esses reaccionários do “bom gosto” a protestarem com a senhora e, por causa dela, com o seu partido vem-me como nunca (melhor dizendo, como nunca desde 1995) um “viva o PS”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s