O dejectismo a céu aberto em Lisboa

lixo

(5.1.2017, Rua cidade de Bolama, freguesia Olivais, Lisboa)

Em Agosto passado aqui botei um texto “Desadequado mobiliário urbano“, sobre esta questão. A qual é antiga, talvez mesmo do século passado: numa das ruas mais movimentadas e habitadas da freguesia dos Olivais (32 mil eleitores inscritos), e onde está instalado o centro comercial (dito xóping Spacio por razões culturais que me ultrapassam), a autarquia decidiu há anos instalar estes recipientes para recolha de lixo. Orifícios pequenos, dimensões talvez reduzidas, recolha episódica e insuficiente. Resultado, é constante o vazamento de dejectos (cartões, plásticos, vidros) na rua devido a estarem os depósitos cheios e/ou as suas entradas obstruídas.

Assim, e diante da já tradicional letargia do casal câmara/junta de freguesia, este é o panorama recorrente da burguesota calçada. Repito, depois de anos a ver isto meti um postal em Agosto. Esta fotografia tirei-a agora, na véspera do dia de Reis, após uma quadra natalícia em que fui assistindo a esta situação. Três dias depois ainda assim está. Insisto, o mobiliário, cujo design procurará ser menos intrusivo, é desadequado. A recolha de lixo é … lânguida. A autarquia “dorme na forma”, interessada em outras questões mais eleitoralistas. E o “dejectismo a céu aberto” continua …

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s