A imprensa racista

bola

Congresso de jornalistas, polémicas sobre colunistas dispensados, gritos sobre a falsificação de notícias, debates sobre as plataformas de disseminação de informação e desinformação, muitos opinadores, ciosos deles próprios. Um breve olhar sobre a imprensa popular e tanto se nota o abjecto racismo daquela corporação, os que escrevem, os colegas que nada protestam: está -se em época de contratações futebolísticas, o futebol chinês em expansão, julgo que especulativa, em busca de jogadores conhecidos e os jornais especulam, todos os dias há notícias de contratação milionárias, acontecidas ou aventadas. Todas elas falam de investidas de “chineses” ou da “China”, assim em forma de amálgama. Todas as outras contratações, reais ou imaginadas, no mundo da bola são anunciadas identificando os clubes contratantes ou interessados. Não neste(s) caso(s), que interessa saber o nome deles, não são todos “chineses”, os sacanas, todos iguais?

Os membros da corporação, e tantos deles tão ligados à esquerda, às boas causas, aos refugiados, anti-trumping e tudo, lá irão fazer mais uns congressos. E mais se lamentarão da falta de condições dadas pelos patrões. Da falta de “investimento”, atenção, dos leitores. Mas não passam disto, de gente com este âmago. Cultural. E, dizem, a gente deve lê-los. É preciso uma lata.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s