A propósito do tseke

photo0157

O Moçambique para Todos é um conhecido e muito lido blog, uma plataforma de reprodução de textos históricos e actuais sobre o país,animado por Fernando Gil. Tem o seu viés, mas isso é um direito. Devido ao debate sobre a disseminação da produção e consumo da planta alimentar “tseke” (amaranto, talvez a caruru no Brasil) no país – seja sob a sua viabilidade seja sobre a sua denominação nas diferentes línguas do país, e seu efectivo reconhecimento pela população (o que seria um tema interessantíssimo para discutir a “lusofonia” e a almejada ortodoxia linguístico-ortográfica) – hoje googlei a tal “tseke”.

Fui à primeira referência surgida, no referido blog. Um texto muito crítico da proposta do governo. Da autoria de um dos assassinos do jornalista Carlos Cardoso. Um crime de delito comum do qual o tenebroso indivíduo foi provado culpado. E agora surge como “colunista”, crítico referenciável e citável. O afã crítico do “Moçambique para Todos” face ao poder na ex-Lourenço Marques é tal que a este nojo desce.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s