A sexta-feira santa do ateu

passion-of-the-christ

(Imagem do calvário filmado por Mel Gibson)

Hoje é a sexta-feira dos cristãos, nesta sua quadra de comemoração da vida. Que lhes seja santa, e a todos aprazível. Com eles comemoro.

Aproveito para um aparte: encanitei-me ontem, mais uma vez, ao ler a expressão “ateu confesso”. Resmunguei-a, respondeu-me o seu locutor que estava eu a ser vulgar. A expressão tem uma história, nisso um conteúdo: o da perseguição ao ateísmo, exsudando a memória dos constrangimentos impostos para o seu reconhecimento, a demanda da sua confissão (que implicaram tortura, morte ou obrigação à reconversão, e cessação de direitos). Algo que não é apenas uma memória histórica, convém lembrar que há vários países (com os quais Portugal mantém amistosas relações diplomáticas) que penalizam – alguns com a pena de morte – o ateísmo; e o da negação da possibilidade do ateísmo, pois ao ser apelidado de “confesso” é-lhe atribuída a pertença a uma particular crença e a uma particular comunidade de crentes, um artifício dos crentes de facto, assim a quererem preservar as suas mundividências, assentes na omnipresença de uma qualquer fé, como se esta fosse da ontologia humana.

Ser ateu é exactamente o contrário de “confesso“: não confesso qualquer erro (neste âmbito), não sou merecedor de qualquer acusação (neste âmbito), não me converti a nada, não pertenço a nenhuma congregação. Ser ateu é descrer, não ter fé ou crença (no sentido vulgar de crença). Em última análise, logicamente ser ateu é ser “des-confesso”. E, politica e historicamente, ser ateu é ser “pós-confesso”, refutar as perseguições encerradas na velha expressão, refutar a possibilidade do seu regresso.

Enfim, celebrem a páscoa. Confessem. “Estamos juntos”. Mas não me insultem nem desrespeitem a memória dos que antes de mim descreram, apagando por esta vulgar e até risonha expressão o sofrimento que os vossos ancestrais lhes causaram. E aquele que os vossos amigos causam a tantos dos des-confessos actuais.

Ainda por cima nesta vossa santa quadra.

Anúncios